Acompanhe o levantamento do GEESUL, através do seu membro convidado, Júlio Marcelo, sobre O VTN no Sul de Minas.

O Valor de Terra Nua (VTN) é um valor médio apurado do preço de terras nuas, com objetivo de arbitramento da base de cálculo para o imposto federal chamado ITR Imposto Territorial Rural, regido pela lei 9.393/1996.

Este valor representa o valor médio de mercado do hectare do imóvel rural, apurado em 1º de janeiro do ano a se refletir a DIAT. Por conta da pandemia em 2020, o prazo foi prorrogado até o último dia útil de junho para que os municípios e Distrito Federal enviasse as informações de acordo com a Instrução Normativa RFB nº 1.939 de 16 de abril de 2020.

Os responsáveis pela apuração fazem parte de uma comissão constituída por profissionais vinculados ao Conselho Federal de Engenharia e Agronomia, EMATER-MG, Sindicatos Rurais,  Cooperativas, Prefeitura Municipal, Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS), Representantes de Associações Comunitárias, Corretores de Imóveis, Imobiliárias, Lideranças Locais, Produtores Rurais, entre outros.

No banco de dados que compilamos, foram disponibilizados os valores referentes às cidades do sul de Minas Gerais, dos anos de 2015 a 2020. As descrições de valores são referentes às seguintes questões:

a) Nome do município;

b) Lavoura aptidão boa;

c) Lavoura aptidão regular;

d) Lavoura aptidão restrita;

e) Pastagem plantada;

f) Silvicultura ou Pastagem Natural;

g) Preservação da Fauna ou flora;

De acordo com os dados, alguns valores merecem uma observação:

Inicialmente, a quantidade de cidades observadas foram de 137. A média de valores para Lavoura com aptidão boa em 2020 foi de R$ 18.633,23. O valor que mais repetiu dentro desta variável, Lavoura com aptidão boa em 2020 foi o de R$ 10.000,00. Observa-se que Estiva possui o valor mais alto para Lavoura com aptidão boa em 2020, R$ 41.323,00 e Pouso Alto, registra o menor valor para Lavoura com aptidão boa em 2020, R$ 3.509,00.

Obs.: Algumas cidades não possuem valores por não estarem conveniadas com a EMATER.

Fonte: EMATER/ Cadastrorural.gov.br


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *